O Instrutor

04 - Ferramenta eficiente para o instrutor

Embora não vise substituir totalmente o instrutor, o método reduz seu trabalho em até 80%. Como ele pode usar melhor o seu tempo?

Posted by CNS LEARNING on Segunda, 27 de abril de 2015

Com sua implantação, o método CNS® passa a ser a principal fonte de disseminação de conhecimento. Embora não vise substituir totalmente o instrutor, o método passa a ser uma Ferramenta Eficiente para o principal representante da empresa - o Instrutor.

COMO USÁ-LA

Com a utilização do método o trabalho do Instrutor será reduzido em torno de 80% ou mais quando comparado a um método tradicional. Este tempo ganho pode ser utilizado para auxiliar os que têm mais dificuldade ou para motivar os alunos de forma geral através de uma atenção mais individualizada e personalizada.

AJUDA EFICIENTE

Quando o aluno não conseguir executar as tarefas solicitadas ele poderá chamar o instrutor. Como bom profissional treinado ele deve ajudar o aluno a raciocinar e completar a tarefa certificando-se que o mesmo tenha entendido o processo.

O instrutor deve orientar os alunos na utilização do sistema principalmente nas primeiras aulas. Se o aluno entender bem o funcionamento do método, dificilmente ele precisará novamente de ajuda. Um aluno bem orientado no início talvez faça o curso todo com pouquíssima ajuda do Instrutor.

ACOMPANHAR O APROVEITAMENTO DO ALUNO

Com o auxílio da ficha pedagógica, o instrutor pode identificar alunos com deficiência no aprendizado e informar a coordenação, para que medidas corretivas sejam tomadas.

FAZENDO SEU PAPEL NO CONTEXTO GERAL

O instrutor deve estar atento às oportunidades de aumentar o conhecimento do aluno. Uma vez que o sistema estará ministrando a aula, ele pode enquanto isso, dar dicas sobre como realizar certas tarefas de forma diferente, ensinar atalhos para realização de procedimentos, mostrar como certos aplicativos podem ser usados no dia-a-dia, etc. Sua enorme “bagagem” certamente beneficiará o aluno.

O instrutor é o principal ponto de ligação entre o aluno e a escola. Por meio de sua atitude profissional com o cliente ele pode resolver, prevenir ou minimizar praticamente todos os pontos de insatisfação do aluno com a escola. Com um pouco de discernimento ele pode observar cuidadosamente o comportamento dos alunos e auxiliar a direção da empresa a corrigir e melhorar o atendimento aos mesmos. Conhecer bem a ferramenta de trabalho e aplicar corretamente a metodologia é essencial para um bom atendimento.